27 fevereiro 2011

De Troia a Sagres de bicicleta

Fim de semana sozinho em Lisboa, cansado da rotina do trabalho, excelente tempo de sol  e algum frio. Ingredientes perfeitos para uma aventura espontânea. Sair bem cedo de Lisboa montado na minha bicicleta e pedalar para sul, até ao Algarve, sozinho!

Porto Covo

Inspirado pela fantástica viagem de uns amigos escaladores, que fizeram Sines -> Sagres pela costa alentejana no ano passado, tentei repetir a aventura, mas partindo de Troia, depois de uma curta viagem de comboio até Setúbal e de atravessar no ferry boat para a península.

Ilha do Pessegueiro

Os primeiros 70Km foram apenas de ligação, sendo que a primeira verdadeira etapa começou em Sines, numa fantástica estrada costeira até Porto Covo, onde almocei um belo bife da vazia. De barriga cheia atravessei a praia e fui dormir uma bela sesta em frente à Ilha do Pessegueiro.

Estrada costeira, a partir do Forte do Pessegueiro

A segunda etapa ligava Porto Covo a Vila Nova de Mil Fontes. Antevia-se uma excelente e estética etapa, junto ao mar, por belos estradões de terra, mas que logo se transformaram em areia e numa etapa muito dura. Ora pedalar, ora empurrar, ora andar... foram mais de 15Km nisto!

Cansado de empurrar a bicicleta por caminhos com muita areia!

Finalmente chego a Vila Nova de Mil Fontes onde por enorme coincidência encontro um CouchSurfer com quem tinha trocado umas mensagens no dia anterior enquanto procurava dormida! Ele ia de carro com outras CouchSurfers em direcção a uma das praias quando me reconheceu. Grande coincidência!

Cabo Sardão

A paragem foi rápida, para um pequeno lanche e comecei logo a terceira etapa, mais uma ligação por estrada até ao Cabo Sardão, com uma pequena paragem em Almograve para pedir indicações a dois alentejanos que bebiam cerveja num café. Por sorte um deles fazia BTT e deu-me mais algumas indicações que me levaram a um dos melhores troços de toda a viagem!

Cabo Sardão - Zambujeira

Uma fantástica estrada de terra batida, com pouca areia mas alguma lama, sempre junto ao mar, mas por falésias. Lá em baixo o mar bravo. Cá em cima um final de tarde fresco com sol poente. Foram provavelmente os melhores momentos da viagem!

Falésias entre o Cabo Sardão e a Zambujeira

Depois de me perder um pouco para descobrir a passagem por um pequeno ribeiro, lá percorro os derradeiros quilómetros até à Zambujeira, onde iria pernoitar, mais de 130Km depois, mas não sem antes me atirar ao mar!


Banho de mar na Zambujeira, em Fevereiro, num fim de tarde fresquinho

Haviam turistas a tirarem-me fotos do cimo da falésia. Devia parecer um maluco a banhar-me em cuecas no lusco fusco de uma tarde de Inverno. Mas soube bem, foi revitalizador. Procurei um sítio para jantar, comi uma sopa quente e fui dar uma volta. Ai, ai, ai.. que dores nas pernas! 

O plano inicial era dormir na praia, para isso estava a carregar um saco-cama às costas. Mas o orvalho que  já tinha tudo molhado pelas 21h, aliado ao cansaço da viagem e ao que ainda teria de percorrer no dia seguinte, levaram-me a ceder ao conforto de uma pensão bem negociada para uma noite rápida bem dormida.

Muita areia e água à saída da Zambujeira

Levantei-me cedo para a primeira etapa do dia, onde tentei forçar caminhos mais costeiros, mas logo me deparei com muita areia e poças intransponíveis. O meu objectivo de chegar a Sagres levou-me de volta à estrada nacional e aí dei corda aos sapatos, isto é, pedalei costa abaixo!

Pelos campos verdejantes da costa alentejana

Pedalei a manhã toda por estrada nacional. Grandes descidas até Odeceixe, seguidas por uma grande subida até Aljezur. Viragem à direita para Vila do Bispo onde bem junto à Serra de Monchique com os seus altos e baixos lá para a zona da Carrapateira. Já no planalto "final", com Vila do Bispo ao longe, nova viragem à direita para voltar às falésias e às paisagens marítimas.

Vila do Bispo - Sagres

Estes 10Km entre Vila do Bispo e Sagres, em estrada durinha de terra avermelhada e molhada, com vento muito forte mas pelas costas, foram feitos a alta velocidade. A par do troço Cabo Sardão - Zambujeira, um dos melhores momentos de toda a viagem, com o prémio de chegar ao ponto mais Sudoeste da Europa, vindo de Lisboa, montado na minha bicicleta. E que bem que soube!

Eu, a bicicleta e o Cabo de S. Vicente!

Missão cumprida. Agora restava voltar para casa, de comboio. Primeiro teria de pedalar mais de 30Km, contra o vento até Lagos. Sem dúvida a pior parte da viagem. Como o objectivo era Sagres e já estava cumprido, decidi pedir boleia, sem nenhum sucesso. Até que um motorista de shuttle bus entre o aeroporto e hotéis da região estava com bastante tempo livre e decide levar-me mesmo até à estação. As coisas estavam a correr bem!

Peço o bilhete de comboio que me levaria de volta a Lisboa e sou informado da greve da CP. "De comboio não vai para Lisboa hoje, só se o for apanhar a Tunes daqui a 2h, que fica a 50Km". Ora bolas, que insólito. Vim eu de Lisboa até aqui e agora não tenho transporte de volta.

Autocarro, têm de haver autocarros! Pois, mas não transportam bicicletas. Encontro outros aventureiros na mesma situação que eu e lá tivemos de nos desenrascar. Com sacos, cartões e muita fita cola, lá "escondemos" as nossas bicicletas na mala do autocarro, um truque muito tuga para contornar o sistema.

Os meus companheiros de viagem de regresso e os nossos "cavalos de Troia"

O objectivo agora será repetir a viagem com mais gente, talvez começando em Sines e fazê-lo em 3 dias, no Verão, com mergulhos na praia e mais tranquilamente. Foi um belo passeio, mas o ritmo foi bastante alto: 240Km  em 15h, em terreno misto, com médias de 20Km/h em alguns troços.

26 comentários:

Isabel Marques disse...

para a próxima: count me in!

cmlopo disse...

Já fizemos parecido por duas vezes. Sintra -> Sagres.

Muito bom
http://www.makephpbb.com/btt/

João Graça disse...

***** Muito bom!!!

Márcio Henriques disse...

Viva Pedro,

Grande aventura esta.
São também viagens como esta que nos fazem sentir vivos.

Espero em breve fazer algo do género.

Abraço

Ricardo disse...

Olá Pedro.
Muito fixe esta viagem!
Gostávamos de fazer uma viagem parecida este verão.
Queríamos fazer o mais possível perto do mar e evitar estradas...
Será que podíamos falar contigo por mail só para nos dares umas dicas?
Obrigado
Ricardo e Inês
gomesfct@gmail.com

Moinante disse...

Viva Pedro,

que espectaculo!!

Fiz uma viagem a solo Setúbal-Ourém em Julho (190 Kms em 3 dias e com MUITA CALMA e mutas fotos...) e o meu próximo objectivo é efectivamente um espectacular Setúbal-Sagres. E este teu diário ainda me aguçou mais o apetite.. :-))

Agora o que preciso mesmo é de dicas! preciso de Dicas e caminhos... fizeste traçado de GPS (klm, kmz)? é que queria ir junto à costa mas queria evitar os caminhos de muita areia... (Pinheiro da Cruz-Melides tem um caminho porreiro mas bastante areia, p.ex...)
O meu plano serão tb os 3 dias e fazer à volta de 130kms/dia.
Assim, se não for abusivo da minha parte, fica o meu mail ( arthurjohnalves@gmail.com) para me dares alguma ajuda, pois toda ela é bem vinda...

obrigado, um abraço e parabéns pelas magnificas fotos...

Arthur

Anónimo disse...

Maravilhoso! Adorei a viagem... acho de grande generosidade a partilha destas aventuras c quem gostaria mas ñ pode vivê-las a sério. Obrigada.

Valeflor disse...

Olá Pedro,
Parece uma viagem fantástica! Gostava muito de fazer o troço de Sines - Sagres. Era possível enviar-me umas indicações mais precisas do caminho? Qualquer ajuda seria muito bem-vinda!
Muito obrigada e parabéns pelas fotos lindas.

Amy
golega@gmail.com

Anónimo disse...

Viva Pedro...
Gosta de fazer esse percurso também o mais fora de estrada possivel.
Tem o track do gps que fez nessa viagem?
andre.casal@hotmail.com
obrigado

lost wolf disse...

Bom dia,

sei que parece uma pergunta repetida mas tem alguns tracks do percurso efectuado?

ou algum tipo de definição do percurso em sites do genero do gpsies.com?

pretendo realizar este caminho com mais uns amigo e queriamo-nos manter sempre o mais possivel junto a costa...

deixo o meu mail, enfvictor.serra@gmail.com

obrigado,

Victor Serra

pedro disse...

A inspiracao para esta viagem veio de um grupo de amigos que fez o percurso Sines-Sagres: http://blogdabolinha.blogspot.com/2010/08/bike-tour-sines-sagres.html

Eles tem o percurso GPS que fizeram aqui: http://www.gpsies.com/map.do?fileId=phjvtzafloyfxvgx&referrer=trackList

Eu nao o segui, pois nao tinha GPS. Levei apenas um mapa de estradas de Portugal, mas aconselho a seguir o track GPS pois o percurso 'e muito mais junto a costa do que o que eu fiz!

Espero ter ajudado.

Abraco,
Pedro Queiros

Patricia Hellmanns disse...

Boa noite Pedro! Parabéns por sua viagem! suas fotos são lindas! eu sou brasileira, e estou a chegar em Portugal agora em fevereiro...existe algum trajeto que seja por estradas? e, porque não, gostaria de me acompanhar agora, no início do ano?

meu email é fraulein.hellmanns@gmail.com

Té mais!

mafalda ferreira disse...

Olá Pedro!

Não posso deixar de comentar depois de ter visto a tua descrição na 3ª foto!

Já fiz o percurso Oeiras-Lagos em 2010 com o meu irmão e passamos por esse mesmo sitio. Estava um calor desgraçado e era hora de almoço...A bicicleta carregada e só via areia para a frente e para trás. Ainda hoje tenho pesadelos com isso. :) Só nesse troço devo ter perdido uns dois kilos!

Fomos "enganados" por um simpático senhor que nos disse que era um bom caminho de terra batida... Devia ser, mas para um jipe!! :)

Mas foi uma excelente aventura e 5 dias muito bem passados sempre a pedalar!

Felicidades e continuação de boas aventuras!

Mafalda Ferreira

Rui disse...

Grande aventura. Amanhã é a minha vês só que vou para Lagos com um amigo.

Anónimo disse...

Olá
Estou muito interessado em fazer esse percurso já neste final de verão/início de outono;
pretendo fazer 150Km média/dia, ida e volta, sem comboios!:-))
Planos para refazer essa viagem?
Vamos conversar.
Abraço de ciclista:-)
Frederico

Anónimo disse...

Alguém interessado neste percurso já em Setembro?
Frederico
gf_mirandasilva at yahoo.co.uk

Alexandre disse...

ola Pedro eu também adoro btt e aventuras dessas sempre que precisares de companhia conta comigo eu alinho em tudo :) meu email pedromare2012@hotmail.com ou facebook https://www.facebook.com/alexandre.desangalo

Ladislau Afonso disse...

Como é o relevo deste trecho, tem muitas subidas ou é mais plano?

pedro disse...

Tem uma ou duas: Odeceixe e Carrapateira. Tudo o resto é plano!

Ladislau Afonso disse...

Pedro, obrigado pela resposta, sou do Brasil, se morasse ai em Portugal, gostaria de fazer este trecho. Achei interessante os termos "Odeceixe e Carrapateira" nunca tinha visto, deve não ter no português brasileiro.
Devo ser algo como espigão ou declive.

pedro disse...

haha, não! São mesmo duas cidades por onde passei. procura no google maps e verás que ficam perto de um rio e geralmente quando isso acontece, tens uma descida até ao rio e logo uma subida depois de o atravessar. Mas nada mais do que uns Kms...

Ladislau Afonso disse...

Olá Pedro
consultei o google maps, vi as cidades, existem os rios, por isto é mais baixo, agora compreendi. Belo local. desculpe a ignorância. hahaha

Serendipity disse...

Olá Pedro!
Eu ando com esta ideia na cabeça e, depois de encontrar o teu blog, fiquei ainda com mais vontade.

Este Verão quero fazer a Costa Vicentina de bicicleta, mas com direito a paragens para banhos e aproveitar o verão. Fiquei com a sensação de que o trajecto não é muito complicado, mas com tenda atrás deve ser mais complicado não? O que aconselhas?

Obrigada e parabéns!

pedro disse...

Eu tinha o saco cama na mochila e o plano era dormir na praia, mas com o frio e humidade, nao o fiz. Acho que um saco cama no verao é suficiente, nao precisas de tenda. Encontrar local para dormir (pensao) no verao é capaz de ser mais caro, mas o corpo vai certamente agradecer!

Luis Ferreira disse...

Coimbra- Sagres? Alguém interessado nesta pedalada?? Programei o início para meados de setembro

Paulo Gomes disse...

Olá a todos

Estou a pensar fazer este percurso (Sines a Sagres) entre 9 e 13 de Junho de 2016 (aproveitar os feriados).

Alguém interessado em me acompanhar nesta pedalada e ou em dar algumas dicas sobre os melhores troços e outras coisas mais?

Paulo Gomes
pjgoms1965@gmail.com
Telem. 919773126