16 fevereiro 2010

ASEstrela 2010

A ASE organiza todos os anos um encontro de montanhismo na Serra da Estrela e este ano resolvi tirar a "ferrugem" ao material de Inverno e ir acampar para o Covão d'Ametade.


Não havia neve, mas a previsão de baixíssimas temperaturas e alguma precipitação deixavam antever um fim-de-semana branquinho.

Primeira coisa a fazer na Serra da Estrela, como bons "turistas", foi visitar o centro comercial mais alto de Portugal, mesmo na torre...


Um mar de gente que se desloca a um dos pontos mais inóspitos do país, sob condições adversas, para comprar todo o tipo de produtos que são trazidos do sopé da montanha (ou até da china). Mas as pessoas gostam e vão e compram trenós para brincar na neve, que depois de os partirem, os abandonam no meio da neve, no meio da montanha, no Parque Natural da Serra da Estrela!

Mas voltando ao encontro de montanhismo...

Um pequeno lago gelado (à esquerda da minha cabeça)

Participei numa caminhada com cerca de 80 pessoas. Foram apenas 8Km mas com um desnível acumulado de cerca de 600m. Como o percurso era circular, foram outros 600 de desnível, por vezes sem trilhos.

Um das descidas, na qual utilizei a expedita técnica do SKU

A caminhada correu bem, mas não para todos... pois algumas pessoas não estavam preparadas para uma caminhada que acabou por durar 10h e acabou de noite. Até foi necessário uma pequena equipa de resgate para ir buscar o último grupo.

No final, esperava por nós uma bela duma feijoada, no quentinho do refúgio no Covão d'Ametade.

A bela da feijoca

Depois de bem comidos e bem bebidos (chá quente, está claro) foi toda a gente para a fogueira, vestidos de índios, fazer a dança da neve, para que na manhã seguinte pudéssemos ter a verdadeira experiência invernal.

A dança da neve

Fomos dormir, bem quentinhos debaixo de temperaturas que, registaram alguns termómetros, chegaram aos -9º centígrados. E as nossas preces foram atendidas e o Deus da neve presenteou-nos com muita muita neve!

Vista da tenda às 8h da manhã: 2cm de neve

Acordei, tentei abrir o fecho da tenda e encontro uma fina camada de neve a cobrir-me o plano super inclinado da porta! Lá fora (e no topo da minha tenda) mais de 20cm de neve!


A minha tenda estava quase totalmente tapada, mas resistiu ao enorme peso da neve. O mesmo não se pode dizer de outras tendas que partiram ou mesmo se torceram até quase desaparecerem!

Incrível flexibilidade de algumas tendas

Tomei um pequeno almoço "diferente", a apreciar a bela paisagem do Covão d'Ametade, um sítio verdadeiramente mágico com o qual facilmente se cria um enorme empatia!


Bonito antes e depois


Faltava ver uma coisa, o carro! Estava tapado...


Tivemos de esperar pelo limpa-neves, mas entretanto a tarefa de desenterrar o carro era essencial. Desmontar a tenda e guardar tudo no carro, sempre debaixo de neve, também foi um desafio.

Pior foi mesmo a descida. Com neve e gelo e a abrir a estrada, demorei cerca de 1h a fazer os 12Km que nos separavam da Covilhã. Pelo meio ainda perdi o controlo do carro numa curva para a direita (com alguma inclinação para o interior) e o carro acabou por deslizar contra os rails, danificando-me bastante o guarda-lamas dianteiro direito! Foi uma descida de loucos:


7 comentários:

TPais disse...

Olá Pedro,
belas fotos sim sr!E a rubirca "Antes e Depois" funciona muito bem!!Olha, tás a ver aquela foto do "sku" (técnica altamente especializada) com um gajo mesmo lá em cima da rocha? O gajo sou eu!!eheh!
Já agora o grupo de "resgate" que saiu foi apenas porque o filipe e eu quisemos aquecer as pernas pois o ultimo grupo a chegar já vinha bem acompanhado por 3 sócios da ASE que tinham tudo controlado.
Abraço e espero ver-te numa rocha por aí!
Tiago Pais

TPais disse...

"rubrica" e não "rubirca"!!

Pedro Queirós disse...

Sim, "resgate" entre aspas, pois se fosse mesmo um resgate nenhuma das 80 pessoas ficava calmamente a comer feijoca enquanto uma família andava "perdida" na serra. Mas o rácio de socorrista/socorrido já era superior a um :)

TPais disse...

Eheh!É verdade! E a feijoca no fim ainda soube melhor!

Anónimo disse...

Muito bom!
Parece que a meteo foi mesmo a calhar!!!
Abraços
Nelson

verdasca disse...

O pequeno-almoço foi realmente diferente. Um pouco frio, mas com muito calor humano para compensar. Eu sou o que estou de costas!!!

Abraço
Verdasca

Susana disse...

Olá Pedro
A reportagem está espectacular! Adorei aconhecer-vos a todos, foram uns dias muito bem passados!
Eu sou a que está de costas de barrete à duende, na 2ª foto, a entrar no centro comercial!!!

Beijinhos
Susana